segunda-feira, 22 de maio de 2017

Cicatrizes da alma



No amontoado de palavras em que se transformou a vida do sujeito, vemos uma rachadura, "cicatrizes" em formação, e por essa rachadura o que eu chamaria de as "lágrimas das cicatrizes" começam a gotejar insistentemente; exatamente esse é o ponto onde o analista colhe com seu baldinho, gota a gota, aquilo que ele realmente utilizará para saber o que verdadeiramente acontece na vida do outro... (ap. Ely Silmar Vidal)

Estou atendendo, caso haja interesse de tua parte em um atendimento psicanalítico, por favor, faça contato comigo e agendaremos um horário.
Sejam todos sempre muito bem vindos, creio que juntos poderemos fazer algo que há de colaborar para que dias melhores venham e marquem nossas vidas.
Fone: 041-99820-9599 - (TIM) e 041-99821-2381 (WhatsApp)
(Ely Silmar Vidal - psicanalista - CIP: 0001-12-PF-BR)
 
Visite, conheça nosso trabalho, participe e divulgue http://www.conipsi.com.br

QRCode

quinta-feira, 18 de maio de 2017

A Luz que elimina a escuridão

Nossa mente colabora conosco no dia a dia trazendo-nos a imagem da
palavra dita, portanto ao falarmos cadeira, imediatamente nos vem à
mente de nossos arcabouços interiores, uma ou variadas imagens do
referido objeto, portanto teremos à vista de nossa mente algumas coisas
que conhecemos por cadeira.
E assim sucederá à palavra garfo, meia, chuveiro, etc...
Deus não fica distante disso, quando ouvimos essa palavra, imediatamente
nos vem à mente figuras estereotipadas que nos remetem ao que nos foi
inculcado como sendo a imagem do espelho mental que se iguala a Deus.
Dessa forma, a grande maioria vê Deus como um velhinho de barbas brancas.
Apague então tudo o que te representa essa palavra e vamos verificar o
que a palavra Deus quer dizer. Assim, teremos a Justiça, Amor, Paz,
Cura, Esperança, Misericórdia, Verdade, Luz, enfim, chegaremos ao âmago
de tudo que é a Vida!
Dito isso passamos a ver Deus de outra forma. O velhinho de barbas
brancas passa agora a não representar mais o Deus de que falamos. O Deus
de que falamos passa agora a ter para nós outras faces, que até então
conhecemos, mas não associamos corretamente, às vezes até mesmo por puro
preconceito.
Verificamos que são equivocados todos os conceitos, através dos quais
lutamos para manter, como sendo então a personificação do que
verdadeiramente nos parece querer significar a palavra Deus.
Entendemos aqui, porque Deus, em conversa com Abraão, se auto denomina
"Eu Sou".
O objetivo desse intróito é apenas nos remeter ao debate do que
representa verdadeiramente Deus.
Aos ateus, Deus e nada é a mesma coisa, no entanto ele crê na Ética, e
nos valores adjacentes. Embora isso não seja o alvo desta conversa,
vemos que o ateu comunga da necessidade dos mesmos princípios e valores.
E justamente a falta desses princípios e valores, e o conhecimento disso
que trago como sendo Deus, é que está levando o nosso País à bancarrota,
prova disso, que todos que estamos aqui, estamos com os mesmos
objetivos, que acima nominei, como sendo Deus (Justiça, Amor, etc...)
Posso dizer claramente, tudo isso foi aviltado por cada um de nós, e
cada um de nós temos nossa parcela de culpa em tudo isso que está
acontecendo, e por isso agora é que estamos sendo usados como os
propulsores para a volta da normalidade em nosso País.
Quando um dia furamos uma fila, ou enganamos a alguém, enfim, das mais
diversas formas, fraudamos o princípio do que é puro, santo e sagrado e
por isso somos penalizados. Trata-se exatamente da lei da ação e reação.
Por esse motivo ressalto aqui a necessidade de lutarmos para que todos
nós respeitemos e cumpramos com nossos deveres, para reafirmar como diz
o nosso amado dr. Hamilton "cumprindo nossos deveres, estaremos
garantindo os direitos do outro", e assim sucessivamente. Cada um de nós
torna-se a garantia do direito do outro ao cumprir com seus deveres. Sem
o dever cumprido não há direito a ser requisitado.
E encerrando, então, vemos a necessidade de nos voltarmos àquilo que nos
é caro, para que então nossa terra seja sarada e curada e lavada e
remida pelo Sangue do Cordeiro, e para que assim possamos vir a usufruir
das benesses de viver bem e em harmonia com o todo.
Desejo a todos a Paz que excede a todo entendimento e que assim possamos
seguir em frente, nos rumos da verdadeira harmonia que é o Eterno
"YHVH", ou o autodenominado "Eu Sou".
Que Ele abençoe a cada um de nós, no nome Santo de Jesus, que é o Cristo
de Nazaré, que confirmou na carne e no sangue, tudo o que está escrito,
a fim de que tivessemos a revelação de que, Ele, Cristo, no princípio
era o Verbo, a Palavra, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus e
continua desde sempre e para sempre, amém e amém!

(ap. Ely Silmar Vidal - skype: siscompar - fones: 041-41-99820-9599
(TIM) - 021-41-99821-2381 (CLARO e WhatsApp) - 015-41-99109-8374 (VIVO)
- 014-41-98514-8333 (OI) - mensagem 180513 - A Luz que elimina a
escuridão - imagens da internet)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos
iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos
contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém,
ajude-nos:

(ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:

[youtube=http://youtu.be/TIwp_ikJ0Yw]

www.elyvidal.com.br

QRCode

terça-feira, 16 de maio de 2017

Manifesto de Entidades Paranaenses Sobre a Proposta "Lei de Imigração"



    As entidades que subscrevem este Manifesto, agregadoras de parcela expressiva da sociedade sediada no Estado do Paraná;

Considerando a necessidade de atualizar a legislação nacional sobre migração, reconhecem a contribuição histórica da imigração para a formação brasileira, a tradição nacional como país de acolhida de pessoas oriundas de todas as regiões sem discriminação de raça, credo ou profissão e a importância da contribuição do imigrante para a evolução do Brasil nos dias atuais.
    Por isso, fiéis à nossa tradição, apóiam a chegada de pessoas de boa índole, que venham se somar com os demais habitantes na construção da Nação Brasileira - desde que observem o ambiente de paz, respeito e harmonia que a cultura nacional e o ordenamento jurídico impõem a todos os que aqui vivem e trabalham.
    Ponderam, no entanto, que o texto decorrente do Projeto de Lei do Senado nº 288/2013, ora pendente de sanção presidencial, deve ser objeto de cuidadosa revisão para evitar inconvenientes apontados de inúmeras fontes – parlamentares, entidades representativas, especialistas, etc – que ao fim e ao cabo afetem o interesse nacional.
    Assim, o novo plano de lei – sujeito à sanção presidencial – labora em equívoco ao permitir a entrada indiscriminada de imigrantes em solo brasileiro, sem a prévia verificação de antecedentes criminais, ou seja, dando asilo de forma compulsória a quaisquer pessoas que queiram adentrar nosso País, o que coloca em risco a ordem pública e a soberania nacional.
    Outrossim, a legislação proposta, no capítulo dos direitos políticos, permite ao imigrante a participação e manifestação em atos políticos e similares, num excesso de liberalidade que compromete o resguardo a ser observado na expressão da identidade nacional e do sentimento de nação; atendendo a que, só após manifestar compromisso inequívoco de integração ao país de acolhida via procedimentos de naturalização é que o estrangeiro deve poder exercer tais atos de cidadania.
    Outros pontos a considerar é que a proposta de lei – ainda pendente de sanção – ao possibilitar admissão indiscriminada de imigrantes, sem a verificação de condicionantes acauteladores - poderá ensejar a entrada no Brasil de indivíduos participantes de grupos ou organizações violadores do direito internacional, como terroristas ou criminosos comuns, que ingressarão alegando o subterfúgio de serem refugiados que necessitam de ajuda humanitária.
    Outros dispositivos polêmicos que restaram no texto pendente de sanção retiram das autoridades policiais de fronteira, – poderes para controlar a entrada de estrangeiros no país – quando toleram a livre circulação de estrangeiros sob o pretexto de se tratar de povos indígenas ou populações tradicionais em áreas fronteiriças.
    A legislação em causa requer atualização, porém sempre respeitada a soberania do Estado nacional brasileiro; que não deve se subordinar a pressões ou clamores de ONGs ou grupos militantes do exterior, com seus slogans de "acolhimento humanitário", a pretender tornar automática a admissibilidade ou permissão de ingresso de pessoa estrangeira, sem a cautela recomendada pelo bom senso e pelo interesse nacional.
    Por todos esses fundamentos, as entidades paranaenses que subscrevem este manifesto, expressam sua firme expectativa de que o Poder Executivo, antes do ato final do processo legislativo da Lei em causa - agindo sob o mais estrito interesse nacional e em observância ao princípio da ética da responsabilidade inerente aos governantes no Estado democrático – aplique o veto aos dispositivos impugnados, de forma a oferecer à sociedade uma lei justa e atualizada, porém sem os riscos à soberania da Nação aqui apontados.

Curitiba, 16 maio de 2017.

Movimento Cívico Renovador,
Hamilton José Marques, Presidente

Instituto Democracia e Liberdade,
Edson José Ramon, Presidente

Centro de Estudos Brasileiros, do Paraná
Rafael de Lala, Coordenador Geral

(ap. Ely Silmar Vidal - skype: siscompar - fones: 041-41-99820-9599 (TIM) - 021-41-99821-2381 (CLARO e WhatsApp) - 015-41-99109-8374 (VIVO) - 014-41-98514-8333 (OI) - mensagem 160517 - Manifesto de Entidades Paranaenses Sobre a Proposta "Lei de Imigração" - imagens da internet)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém, ajude-nos:

(ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:

http://www.portaldaradio.com

QRCode

sábado, 13 de maio de 2017

Mãe



Mãe...
Já faz tempo, já faz tempo...
Mesmo assim o sabor desse nome não se desfaz,
já faz tempo, já faz tempo...
E a lembrança doce e meiga não se acaba.
Ah como faz tempo,
mas tua imagem continua alerta,
como a cuidar-me nas vielas desencontradas da vida.
É...
Tu que foste a mãe
sabes o que é ter um filho.
Mas só um filho,
é que sabe o que é ter mãe.
E lembrar sempre que um dia
aquela mãe ganhou um nome.
Hoje digo às mães,
feliz dia mãe,
porque esse é teu nome,
e para sempre o será!

(ap. Ely Silmar Vidal - skype: siscompar - fones: 041-41-99820-9599 (TIM) - 021-41-99821-2381 (CLARO e WhatsApp) - 015-41-99109-8374 (VIVO) - 014-41-98514-8333 (OI) - mensagem 120513 - Mãe - imagens da internet)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém, ajude-nos:

(ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:

http://www.elyvidal.com.br

QRCode